fernando-antonioHistórias de São João da Barra

Fernando Antônio Lobato Borges

Os construtores navais

Foto: Fernando Antônio Lobato

Dentre as diversas atividades ligadas ao movimento portuário em São João da Barra, a Construção Naval era das mais destacadas. A grande oferta de variadas madeiras de lei, abundantes na região, a intensa e frequente procura por novas embarcações e farta mão de obra especializada, faziam a atividade importante e valorizada.

Muitos foram os que enriqueceram com o ofício e havia, no meado do 1800, nada menos que 6 estaleiros, com grande movimento.

Dentre eles, destacava-se o estaleiro dos irmãos Antônio e Domingos Ferreira dos Santos. Portugueses, naturais de Santa Cruz de Jovies, bispado de Penafiel, filhos de Manoel Ferreira da Cunha e Luiza Ferreira dos Santos, os dois irmãos casaram-se em São João da Barra, onde deixaram vasta geração. Antônio casou com D. Maria Gomes do Rosário, filha de Maria do Rosário e do Tenente Manoel Gomes de Azevedo.

Domingos casou com D. Claudina Maria e foram pais de:

01- Domingos Ferreira dos Santos Filho,
02- Guilhermina Ferreira dos Santos, casada com o primo José Pinto Neto,
03- João Ferreira dos Santos,
04- Marcolino Ferreira dos santos, tinha 20 anos em 1870,

05- Esmerilha Ferreira dos Santos, casada com Frederico Vieira de Freitas, residentes na Corte.

Domingos faleceu em 19/02/1870 e D. Claudina em 24/02/1885.

Dos bens desse casal constavam no inventário:

Um Patacho denominado “Princesa Imperial”, com lancha, bote e todos os acessórios;

Um sobrado à rua do Amazonas- rua do Dr. Cordeiro, 25, esquina com o beco do José dos Santos. Tinha 2 quartos de frente 6 metros com grade de ferro e 3 janelas no pavimento alto e 3 no de baixo; com sótão e no norte 2 janelas. Com 45 metros de comprimento, incluindo 2 quartos e puxada, mais 9 metros de quintal; tem 10 janelas voltadas para o beco. Tem o edifício, no sótão sala e 2 quartos, no pavimento alto sala de visitas, alcova, corredor e sala de jantar, sala e 2 quartos; no pavimento baixo 3 saletas, 2 quartos e cozinha.
1 lance de casas na rua Direita, esquina do Beco de José dos Santos, fundos com o sobrado…
1 lance de casas térreas na rua de São Benedito,
1 lance de Terrenos na rua Amazonas em frente ao sobrado, onde funciona o estaleiro,
6 outros lances de terrenos na São Benedito,

8 ações da Campanhia de Navegação Marítima,

A mobília do sobrado composta de:

12 cadeiras de palhinha, 4 cadeiras de braço, 1 sofá de palhinha, 1 mesa de centro, 3 serpentinas com pingentes, 2 jarras de porcelana, 1 tapete; 1 outro sofá, 2 consoles, 2 mangas de vidro, 1 mesa de jantar, 1 relógio americano, 7 cadeiras de palhinha, 1 guarda louça, meio aparelho para chá, meio aparelho de granito para almoço; 1 cama francesa, 1 lavatório com pertences, 1 meia cômoda, 1 oratório, 2 marquesas, 1 retrete…

Prataria, composta de 2 castiçais, 2 salvas, 1 paliteiro, 1 concha para sopa, 1 colher para arroz, 1 colher para chá, talheres de sopa e chá, 3 globos para iluminação; 2 cordões de ouro com uma figa e uma N.S. da Conceição.

A curiosidade: esse sobrado ficava situado no local em que hoje foi construída a ‘Policlínica’, onde ao lado havia um beco que dava acesso à rua Joaquim Thomaz de Aquino Filho, fechado no inicio do século XX.

Comente