Inea fará primeira coleta de água no Pontal de Atafona nesta quarta-feira, 06

Reunião entre secretária de Meio Ambiente e Serviços Públicos e superintendente do Inea define realização de análise da água no Paraíba no Sul, na área do Pontal

Foto: Parahybano

A balneabilidade no rio Paraíba do Sul, no Pontal de Atafona, após o fechamento da foz, foi o assunto da reunião entre a secretária de Meio Ambiente e Serviços Públicos de São João da Barra, Joice Pedra, e o novo superintendente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Frederico de Almeida, ontem, segunda-feira, 4, na sede do órgão, em Campos dos Goytacazes. Prontamente, Frederico autorizou que nesta quarta-feira, 6, sejam feitas as primeiras coletas de amostra da água para saber se está ideal para banho, atendendo a solicitação da Secretaria.

Segundo a técnica química do Inea, Maria Cristina Guzzo, o órgão responsável pela coleta de amostras de rios, lagoas e mares nunca analisou a balneabilidade da área do Pontal. Será a primeira vez. A coleta no rio é sempre feita para determinar a salinização. “Iremos coletar durante cinco semanas a água do Paraíba para saber suas condições, conforme determina a Resolução Conama 274/2000”, explica.

O último boletim de balneabilidade do Inea das praias de Grussaí, Chapéu de Sol, Atafona e lagoa de Grussaí foi divulgado em 21 de outubro. A análise é feita quinzenalmente e o resultado acessado pelo site do Inea. Em Atafona,  o último ponto de coleta foi na área da antiga caixa d’água. De acordo com o boletim o local  está propício ao banho de mar.

Foto: Divulgação

“A pasta do Meio Ambiente está atenta ao intenso movimento no Pontal. Por isso, estivemos com o superintendente do Inea pedindo que seja incluido no monitoramento pontos de coleta no Pontal de Atafona para análise de balneabilidade, no que fomos prontamente atendidos. Vou estar, nesta quarta-feira, acompanhando a coleta dessas amostras e dando suporte necessário aos técnicos do Inea”, diz a secretária Joice Pedra.

Ainda de acordo com a secretária, a população precisa estar informada quanto à balneabilidade na área para não se colocar em risco, portanto, a necessidade de dados concretos. “Desde o fechamento da foz, estruturas do governo da prefeita Carla Machado vêm tomando medidas com o objetivo de conservar o local e manter a segurança da população, com orientação e fiscalização do tráfego ilegal de veículos, controle de acessos, disponibilização de salva-vidas e limpeza da área”, ressalta.

Na reunião, Joice esteve acompanhada do subsecretário Marcos Sá e da gerente da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Marcelle Terra.

Leia também: Grande movimento no Pontal de Atafona faz prefeitura reforçar segurança

 

Comente