Câmara de SJB permanecerá com nove cadeiras

Foto: Divulgação

A sessão da Câmara de São João da Barra desta quarta-feira (25) contou com 14 proposições. Uma delas foi o requerimento nº 135/2019, de autoria de todos os vereadores, requerendo à Mesa Diretora, que – em face de reunião ocorrida na manhã de hoje entre todos os parlamentares – foi acordado entre os presentes que será mantida a redação do artigo 5º da Lei Orgânica Municipal, que trata das disposições relativas ao número de vereadores do Legislativo Sanjoanense, permanecendo em nove cadeiras.

Mais assuntos da pauta – Três matérias voltadas para a Saúde foram aprovadas. Ronaldo Gomes pleiteou a implantação de uma unidade básica de saúde em Rua Nova. Já a vereadora Sônia Pereira (Soninha) sugeriu a implantação de um centro especializado para atendimento à saúde da mulher e, Franquis Arêas, solicitou a reabertura do Centro de Emergência na sede.

Eziel Pedro da Silva requereu à Secretaria de Meio Ambiente a colocação de um gerador fixo na bomba de abastecimento de água em Mato Escuto. Carlos Alberto Alves Maia (Caputi) pediu a construção de vestiários no campo de futebol de Caetá. O presidente da Casa, Aluizio Siqueira, requereu à Secretaria de Obras, a reforma do banheiro da Avenida Afonso Nunes (Grussaí) e, à direção da InterTV, solicitou que sejam feitos os ajustes para a transmissão do sinal digital no município. Alex Firme solicitou a reforma do calçadão Dirceu da Graça Raposo, na sede. O plenário aprovou também: construção de uma nova creche em Grussaí (Sônia), extensão de rede de água potável do Açu até Capela de São Pedro (Franquis) e colocação de um ponto de ônibus na BR-356, no limite com o município de Campos.

A sessão terminou com a aprovação do projeto de lei nº 034/2019, de autoria do Executivo, que trata de autorização para abertura de crédito adicional suplementar por excesso de arrecadação, no valor de R$ 300 mil, com a finalidade de desenvolver ações e serviços de saúde da atenção básica.

Fonte: Ascom

 

1 Comentário

  1. NOVE FOSFOROS SEM CABECA BASTAM

    Reply

Comente