Um “Mar de Fé” no dia da Padroeira de Atafona – Veja fotos

Missa Campal e tradicional Procissão Terrestre foram os pontos altos das celebrações

Foto: Elder Amaral

As celebrações pelo dia da Padroeira de Atafona que reuniram um “Mar de Fé” começaram com Alvorada e Missa Campal no Santuário Diocesano Mariano Nossa Senhora da Penha, com o bispo Dom Roberto Ferrería Paz. À tarde, a Procissão Terrestre – Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Rio de Janeiro – percorreu as principais ruas da localidade, com 22 andores e seguida por uma multidão de devotos.

A missa, celebrada do interior da igreja devido ao mau tempo, foi acompanhada pela prefeita Carla Machado, pelo vice-prefeito Alexandre Rosa, demais autoridades municipais e da região, além de centenas de fiéis. Participaram o padre Gustavo Ribeiro e irmandades da região. Na oportunidade, o bispo diocesano empossou o padre Jorge Guimarães como pároco da Matriz São João Batista e reitor do Santuário de Nossa Senhora da Penha. A centenária Banda União dos Operários também marcou presença no evento religioso.

– É maravilhoso estarmos aqui, diante do altar, podendo agradecer a Nossa Senhora pelas etapas vencidas e pedindo sua benção e proteção para o nosso povo e nossas famílias – disse a prefeita, que ainda ressaltou o fato de São João da Barra estar se destacado pelas grandes celebrações religiosas, como agora, com o Circuito Religioso, criado em 2018 pela Prefeitura com o objetivo de, entre outros, difundir o turismo religioso.

Foto: Elder Amaral

Após a Procissão, aconteceu a cerimônia de coroação, com a participação de crianças e jovens da comunidade. A festa deste ano teve como tema: “Maria, Mãe da Eucaristia”, levando a mensagem do amor solidário entre as pessoas, famílias, comunidades e igreja.

Durante os festejos, Atafona recebe milhares de devotos de outros estados e de municípios próximos, como São Francisco de Itabapoana, que utilizam embarcações para atravessar o Rio Paraíba do Sul, e prestigiar a santa.

Para o devoto Alex dos Santos, a festa de Nossa Senhora da Penha é um evento único. “Carrego o andor da Padroeira há mais de 10 anos e ajudo na festa desde criança. Mas cada ano parece ser a primeira vez, pois a emoção é muito forte, diante de tantas manifestações de fé”, contou.

Fonte: Secom – SJB

1 Comentário

  1. Tudo lindo e perfeito. Parabéns prefeita,mas uma vez arrasou!!!

    Reply

Comente