Procissão de Nossa Senhora da Penha acompanhada por milhares de fiéis

Cortejo religioso, no dia da Padroeira, é um dos momentos de maior devoção dentro dos festejos em homenagem a Nossa Senhora da Penha

Foto: Elder Amaral

Um dos momentos de maior devoção dentro dos festejos em homenagem a Nossa Senhora da Penha, a tradicional procissão terrestre – Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Rio de Janeiro – percorreu algumas das principais ruas de Atafona, na noite desta segunda-feira, 9, seguida por milhares de pessoas, entre moradores e visitantes.

No retorno para a cerimônia de coroação, uma emocionante passagem da imagem da Padroeira, que saiu pela primeira vez da igreja após a elevação à categoria de Santuário Mariano Diocesano nesta segunda, pela margem do Paraíba do Sul, simbolizando a benção ao rio e aos pescadores.

A recepção ao Santuário foi ao som da canção Nossa Senhora, entoada pelo padre Juarez de Castro, principal atração musical da festa. A novidade, entre os 23 andores, foi a imagem original do altar-mor de São João Batista, padroeiro de São João da Barra. Ao final da coroação, o pároco Marcos Paulo Marcos Pinnali falou da devoção a Nossa Senhora e fez a benção final.

Foto: Elder Amaral

Para o diretor de eventos da Irmandade de Nossa Senhora da Penha, Hugo Meireles, a festa se consagra cada vez mais, sempre com recorde de público. “Mesmo sem grandes atrações musicais nacionais, o evento é prestigiado a cada ano, comprovando sua importância para o município em termos de turismo religioso”, destacou.

Além da elevação da igreja de Nossa Senhora da Penha à Condição de Santuário, outra novidade esse ano foi a integração dos festejos ao Circuito Religioso, criado pela Prefeitura de São João da Barra, por meio da Secretaria de Turismo e com abrangência, também, no período da Semana Santa, quando várias celebrações tradicionais acontecem na sede do município.

Moradora de Morro do Coco, distrito de Campos do Goytacazes, a devota Biloca Paes Muniz, falou da emoção em participar da procissão e da importância da festa.

Foto: Elder Amaral

“A procissão é um dos momentos mais marcantes dentro das celebrações. A elevação da igreja a Santuário é o reconhecimento da importância da festa e da devoção a Nossa Senhora da Penha não só para Atafona e para o município de São João da Barra, mas para toda a região”, destacou.

Antes da procissão, participação da centenária banda União dos Operários. Ao termino, apresentação da Academia Emanuelle Gaia com número “Maria para todos”, trazendo representação de vários países que passam por dificuldades e homenagem aos municípios vizinhos, também litorâneos e reduto de pescadores, São Francisco de Itabapoana, Campos dos Goytacazes e Macaé, com entrada no palco das bandeiras de suas bandeiras, juntamente com as de São João da Barra, do Estado do Rio de Janeiro e do Brasil.

Fonte: Secom – SJB

Foto: Elder Amaral

Foto: Elder Amaral

Foto: Elder Amaral

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *