Neco fica inelegível até 2024 por contratações irregulares

Foto: Divulgação

O ex-prefeito de São João da Barra José Amaro Martins de Souza, o Neco (MDB), está fora do jogo político, como candidato, até o ano de 2024. Consta como transitada em julgado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) na qual Neco foi condenado a oito anos de inelegibilidade, a contar de 2016, por contratações irregulares no último ano da sua gestão. A Corte, no entanto, afastou a decisão de primeira instância que havia multado o ex-prefeito em R$ 50 mil.

Na Aije, proposta pelo Ministério Público Eleitoral, consta que em maio de 2016, após um decreto de emergência econômica, o então prefeito rescindiu o contrato com empresas terceirizadas, mas parte do pessoal que prestava serviço foi admitido diretamente pela Prefeitura entre os meses de junho e julho. A contratação seria de aproximadamente 2 mil funcionários.

Para o juízo local, ficou configurado “flagrante uso da máquina pública em benefício do grupo político do investigado”, já que Neco foi candidato à reeleição, bem como contava em seu palanque com quatro vereadores que buscavam mais um mandato. O então prefeito foi derrotado por Carla Machado (PP). Dos quatro vereadores do palanque de Neco, três foram reeleitos.

Fonte: Blog do Arnaldo Neto – Folha da Manhã

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *