Seis pré-candidatos na disputa pela Prefeitura de SJB

Carla Machado, Márcio Nogueira, Renezinho, Otávio Carvalho, Dominguinhos e Eziel Pedro na disputa pela prefeitura de SJB

Foto: Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encerrou ontem, 16, o prazo para as convenções partidárias em todo Brasil, momento em que os partidos políticos definem os pré-candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores que disputarão as eleições municipais de 2020, o evento também definiu as coligações majoritárias.

O Partido Progressistas (PP), partido da prefeita Carla Machado, definiu as candidaturas para as eleições 2020 na convenção realizada no dia 14 de setembro, no salão do Espaço Allegra. Foi confirmada a pré-candidatura à reeleição, da prefeita Carla Machado e sua vice Carla Caputi. Também foram definidos os nomes para concorrer as vagas das nove cadeiras na Câmara Municipal. Ficou decido que PP, DC, PL, CIDADANIA, DEM, PSDB, AVANTE, PT, PSL, PCdoB e SD caminharão juntos na campanha majoritária, mostrando a força de Carla Machado nas articulações políticas, que conseguiu reunir, mais uma vez, o maior número de partidos.

O PODEMOS confirmou a pré-candidatura do empresário Márcio Nogueira, que vai ter como vice, o Antônio Carlos (Pica-pau), também do PODEMOS.

A pré-candidatura de Renezinho (PATRIOTAS), também foi confirmada, e como pré-candidato a vice-prefeito foi escolhido o pastor Edmar da Igreja Batista do Açu.

Outro pré-candidato a prefeito será Otávio Carvalho (PMN), único representante do 5º distrito de São João da Barra. Otávio terá como vice, Daniel Toledo (PMN).

Já o PSC homologou a pré-candidatura do vereador Eziel Pedro para o cargo de prefeito, que antes era cogitado para vice na chapa de Emilson Amaral, falecido no dia último dia 05. O ex-secretário de Fazenda, Dalmo Caetano, foi escolhido como candidato a vice do vereador Eziel.

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) lançou como pré-candidato a prefeito o Domingos Abreu e a pescadora Márcia Regina Lopes da Mata como a vice.

Essa é a primeira vez na história política de São João da Barra que a eleição de 2020 terá duas mulheres pré-candidatas ao cargo de prefeito e vice na disputa com mais cinco candidaturas.

São João da Barra tem o total de 36.493 eleitores aptos para votar, sendo 8.960 na Sede do município, 6.071 em Atafona, 7.020 em Grussaí, 2.200 sendo em Cajueiro e Degredo, já 8.525 no 5º Distrito e 3.717 em Barcelos. Acredita-se que haverá grande abstenção (quando o eleitor não comparece as urnas), devido a pandemia da Covid-19.

O Congresso adiou o primeiro turno das eleições deste ano de 4 de outubro para 15 de novembro. O segundo turno, que seria em 25 de outubro, foi marcado para 29 de novembro.

O registro dos candidatos escolhidos pelas legendas deverá ser feito até 26 de setembro na Justiça Eleitoral dos estados.

Protocolo de saúde

Na semana passada, o TSE definiu o protocolo sanitário com medidas preventivas para eleitores e mesários que vão trabalhar no pleito. Os eleitores só poderão para entrar nos locais de votação se estiverem usando máscaras faciais e deverão higienizar as mãos com álcool em gel antes e depois de votar. A distância de um metro entre as demais pessoas também deverá ser mantida. O TSE recomenda ainda que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação.

Eleitores e mesários que estiverem com sintomas da Covid-19 não devem comparecer ao local de votação. Posteriormente, a ausência poderá ser justificada na Justiça Eleitoral. Cartazes ilustrativos com o passo a passo da votação serão divulgados nas seções eleitorais para orientar os eleitores

Leia também: Termina hoje prazo para partidos definirem candidatos às eleições 

 

2 Comentários

  1. As informações sobre as eleições foram bem claras e objetiva

    Reply
  2. Realmente estou sorprendida com a postulação de Otavio meu irmão que durante anos fez processo contra mim para eu compartilhar minha pensão militar con ele e meus dois irmãos homens, não invalido ……ganhei o processo que eles não faziam jus o que queriam .meu pai faleceu ano 1995 assinei para mina mãe receber o total e quando ela faleceu comecei a receber a pensão como filha mulher,…..com isso só eu ganhei o processo com a lei ,enquanto o irmao falsificou laudos de invalidado e conseguiu receber durante 13 a metade de minha pensão.os laudos foi comprovado que era falsos e provei com lei que esse cara meu irmão NÃO ERA INVALIDO….Trapo de familia maissss se Otavio não defendeu sua propia e única irmã .,invalida pulmonar kkkkk vai defender uma cidade.vai conducir com a lei.olho mulheres a familia sabe o que eu fiz para odiar tanto sua única irmã .Nem seu casamento fui convidada e descobrir o porque quando fui chamada com um processo em contra meu…pela pensão que meu pai fez e colocou na sua declaração que era para mim…Em fim não respeitou a vontade do pai ,da mãe,queria passar por cima e não pôde.

    Reply

Comente