Prefeitura e comerciantes debatem propostas para a economia de SJB

Foto: Divulgação

Maior rigor nas medidas restritivas relacionadas à prevenção e combate à Covid-19 foi a pauta da reunião realizada na última terça-feira, 19, entre representantes da Prefeitura de São João da Barra e proprietários de bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques, no auditório do Ciep. O objetivo foi ouvir dos comerciantes propostas para um menor impacto à economia nesse período de verão e estabelecer uma nova dinâmica de atuação, com a criação de novas barreiras sanitárias móveis e aumento da fiscalização a veículos estacionados em locais proibidos na orla e nos estabelecimentos comerciais, sobretudo em relação à quantidade de clientes e horário de funcionamento.Em relação especificamente às barreiras sanitárias, três já funcionam de forma permanente e a orientação, de acordo com o secretário municipal de Segurança Pública, Anderson Campinho, é implantar um sistema mais rígido, como por exemplo, a exigência de documentos comprobatórios originais de todos ocupantes do veículo, para que elas possam cumprir ainda mais o seu papel, que é diminuir a circulação de pessoas no município, inclusive com barreiras móveis em alguns pontos estratégicos.

Foto: Divulgação

“Em todas essas medidas adotadas, sobretudo nas de fiscalização, é preciso que o primeiro ‘fiscal’ seja o comerciante e a população de um modo geral. Que deles partam essa conscientização e que haja uma reciprocidade em relação a todo esse trabalho de enfrentamento à pandemia, inclusive denunciando casos de descumprimento das medidas em vigor”, explicou o secretário, disponibilizando os números de telefone 2741-1190 e o  WhatsApp – 996153153.

O secretário de Saúde, Sávio Saboia, falou sobre o trabalho de prevenção e combate à Covid-19 e apresentou os dados evolutivos dos números de casos confirmados e de internados em UTI da última semana. “Ouvir com responsabilidade e atenção os comerciantes é importante para que, junto com os setores de Vigilância em Saúde e Vigilância Epidemiológica, possamos intensificar e, possivelmente, implantar novas medidas restritivas de acordo com a necessidade”, explicou o secretário de Saúde, Sávio Saboia, acrescentando também o impacto local das medidas adotadas por outros municípios.

Um alerta de que a pandemia não acabou e que foi registrado, nos últimos dias, um alto índice de casos confirmados de Covid no município – o maior desde o início da pandemia – foi dado pela coordenadora em Vigilância Sanitária. A equipe reforçou que é preciso um trabalho conjunto entre o comércio e a gestão pública para adotar medidas que sejam úteis para toda população.

A representante do Quiosque Chalé do Mineiro, Cristiane Amaral, descreveu a reunião como produtiva, devido o compartilhamento de ideias de suma importância para o bem-estar de todos. “Essa troca de ideias foi fundamental e continuaremos trabalhando em parceria, com cuidado, equilíbrio e bom senso para que, em breve, possamos ter uma maior flexibilização, evitando dessa forma que não cheguemos à bandeira vermelha”, detalhou Cristiane.

A reunião contou ainda com a presença da procuradora-geral do Município, Evelinne Cardoso de Azevedo Serra e da sanitarista da Secretaria Municipal de Saúde, Samia Damas.

Fonte: Secom

 

1 Comentário

  1. Qual será a lotação máxima permitida em cada restaurante do Polo Gastronômico?

    Reply

Comente