“O silêncio do rio” vence XXXI Festival Sanjoanense da Canção

Dupla de São João del-Rei também conquistou o prêmio de melhor arranjo; festival é um dos mais tradicionais da região, com destaque nacional

Foto: Marcos Pirralho

“O silêncio do rio”, canção composta e interpretada por Gabriel Guedes e Thobias Jacó, foi a grande vencedora da XXXI edição do Festival Sanjoanense da Canção (Fescan), na noite deste domingo, 8, na Praça São João Batista. A dupla de São João del-Rei, que encantou o público com a mensagem em defesa da preservação dos rios e a performance com violão e viola, conquistou o primeiro lugar e o prêmio de melhor arranjo. No total, levou para casa R$ 7 mil em dinheiro, mais troféus.

Em segundo lugar ficou “Monção”, composta e interpretada pela campista Mariana Soares, que ficou também com o prêmio de melhor intérprete. O terceiro lugar foi para “Nossos Poetas”, de Luiz Carlos de Castro, interpretada pela campista Nya Maia. E o voto do público foi para “Lugar de mulher”, composta pelos sanjoanenses Saullo Oliveira e Milena Amaral com interpretação de Milena.

Foto: Marcos Pirralho

No total o Fescan premiou os vencedores com R$ 16 mil em dinheiro. Foram inscritas 53 obras de autores de São João da Barra, Campos dos Goytacazes, Conceição de Macabu, Macaé, Niterói, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São João del-Rei. Dessas, 15 foram selecionadas para a competição no palco.

Participaram da comissão julgadora o violonista Adler Tatagiba, professor de música do IFF e doutorando em música pela UniRio, que presidiu a mesa; o pianista Vinícius Martins, graduado pelo Conservatório Brasileiro de Música, com pós-graduação em educação musical, e o músico Apollo Ramadan, que também se apresentou no palco na abertura e encerramento do Fescan.

Para os vencedores, que formam o Duo Aduar, interpretar a canção — já premiada em festivais em São Paulo, Paraná, Pará e Bahia —, na cidade da foz do Rio Paraíba do Sul foi uma emoção a mais. Ela foi composta em 2017, dois anos após o acidente de Mariana. “É muito especial estar aqui diante do Rio Paraíba do Sul, porque estamos falando sobre silenciar os rios”, disse Thobias. Gabriel completou: “Temos muita gratidão por isso, por poder interpretar uma canção que nos toca muito, que propõe essa reflexão”.

Participaram da entrega dos prêmios os secretários municipais de Educação e Cultura, Daniel Damasceno, de Turismo, Esporte e Lazer, Flávio Raposo, de Comunicação Social, Mônica Terra, e o chefe de Gabinete, Edivaldo Machado. “É uma grande satisfação presenciar a solidificação do Fescan enquanto festival nacional e também receber na final talentos sanjoanenses, reforçando São João da Barra como polo cultural. A 31ª edição do Fescan é mais uma etapa da valorização da cultura que tem marcado a gestão Carla Machado”, disse Daniel. “O Fescan é um evento que muito nos orgulha, que sempre apresenta, como nesta edição, um nível muito bom, com excelentes músicos”, afirmou Flávio.

Para o subsecretário municipal de Comunicação, Gil Miranda, da comissão organizadora do Fescan, a tradição é a marca do evento. “É um orgulho para todos nós, sanjoanenses, ter no calendário este evento tão tradicional. O resgate do Fescan e a visibilidade nacional que hoje reconquistamos, com 53 inscritos, é a marca que a cultura vive com valorização em nossa cidade”, destacou.

Confira os vencedores e a classificação de todos os participantes:

Premiados:
1 º Lugar e  Melhor Arranjo
O silêncio do rio
Autores: Gabriel Guedes e Thobias Jacó
Intérprete: Duo Aduar
São João Del Rei

2º Lugar e Melhor intérprete
Monção
Autores: Mariana Soares
Intérprete: Mariana Soares
Campos dos Goytacazes

3º Lugar
Nossos poetas
Autores: Luiz Carlos de Castro
Intérprete: Nya Maia
Campos dos Goytacazes

Voto Popular com 996 votos
Lugar de mulher
Autores: Saullo Oliveira e Milena Amaral
Intérprete: Milena Amaral
São João da Barra

Classificação final com pontuação:
1º O silêncio do rio / 108,7
2º Monção / 108,5
3º Nossos poetas / 98,8
4º Respeita as mulheres do samba / 98,2
5º Lugar de mulher / 97,8
6º Vida em vão / 97,4
7º Lua e sonho / 95,2
8º Do céu / 94,8
9º Chuva no sertão / 93,9
10º Desanuviar / 93,7
11º Menino Brasil / 93,6
12º Luz / 92,2
13º Minha paz / 87,2
14º Perdão meu violão / 87
15º Aprendendo amar de novo / 82,9

 

Comente