Linha chilena, motocicletas com torbal e abuso sexual infantil na mira da segurança pública de SJB

Videoconferência ocorreu na tarde de segunda-feira, 13, com a participação de diversos órgãos

Foto: Divulgação

O papel da segurança pública para cumprimento das medidas publicadas nos decretos de enfrentamento e prevenção à Covid-19 e as demandas atuais foram debatidas em videoconferência na tarde de segunda-feira, 13, promovida pela Secretaria de Segurança Pública de São João da Barra com a participação da Secretaria de Saúde, Ministério Público Estadual, Conselho Comunitário de Segurança, e as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros. Na oportunidade houve alinhamento operacional das ações preventivas e um debate sobre a importância da barreira sanitária e a forma de atuação referente à fiscalização.

O secretário municipal de Segurança Pública, Anderson Campinho, avaliou a reunião como produtiva. “Traçamos futuras formas de atuação, inclusive referentes às demandas atuais que se agravaram nesse período de pandemia, como aumento da utilização de linha chilena para soltar pipa, perturbação do sossego pelas motocicletas com descarga aberta (torbal) e o aumento dos casos de abuso sexual infantil”, comentou Campinho.

Os canais de comunicação 24h da Secretaria Municipal de Segurança Pública e da Guarda Civil Municipal disponibilizados à população são : 2741-1190 e 153, além do WhatsApp 99615-3153. O Disque 100 para atuação preventiva ao abuso sexual infantil. Já para emergência policial o número 190 que, com a centralização do serviço, o atendimento da ligação é feito na sala de operações do 8°Batalhao de Polícia Militar (8°BPM), que envia a ocorrência via rádio para a viatura mais próxima da área solicitada.

Participaram da reunião o promotor da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Campos, Marcelo Lessa, a promotora da 1ª Promotoria de Justiça de São João da Barra, Ludmila Bissonho Rodrigues, o delegado da 145ª Delegacia de Polícia, Rodolfo Maravilha, o comandante da 5ª Companhia de Polícia Militar do 8° BPM, tenente Eliézer Santos, o primeiro-sargento do Destacamento de Bombeiro Militar 3/5, Alexandre Figueredo, o chefe do setor de Planejamento Operacional da Coordenadoria do Programa Estadual de Integração na Segurança Pública (Cproeis), major Rubens Lúcio, e o presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Jorge Azeredo.

A secretária de Saúde, Arleny Valdés, o coordenador do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), Marcelo Reis, o comandante da Guarda Civil Municipal, Renato Souza, o coordenador da Defesa Civil de São João da Barra, Wellington Barreto, e o  gerente de Postura, Ulisses Nolasco representaram o poder público municipal, juntamente com o secretário Anderson Campinho.

Fonte: Secom

 

Comente