Defeso interrompe Pesca na Bacia do rio Paraíba do Sul

Defeso da Piracema, iniciado em 1º de novembro, prossegue até 28 de fevereiro, em cumprimento à lei n.º 11.959/2009

Foto: Divulgação

A Prefeitura de São João da Barra, por meio das secretarias de Meio Ambiente e Serviços Públicos e de Pesca, alerta aos pescadores profissionais e amadores, além de donos de estabelecimentos comerciais, que está paralisada temporariamente a pesca no rio Paraíba do Sul e em lagoas em função do Defeso da Piracema, que prossegue até o dia 28 de fevereiro de 2020.

O secretário de Pesca, Analiel Vianna, ressalta a necessidade de cessar a pesca para que os peixes possam reproduzir e completar o ciclo que deixa o rio e lagoas produtivos para a classe pesqueira. “Paralisar a pesca nesse momento é um ato de responsabilidade dos pescadores para que nunca falte o pescado”, disse Analiel, ressaltando que nessa época acontece o deslocamento dos peixes para desovar.

“Durante o Defeso da Piracema o Grupamento Ambiental (GAM) da Guarda Civil Municipal intensificará o trabalho de fiscalização e conscientização. Os infratores estarão sujeitos a penalidades elencadas na Instrução Normativa IBAMA nº 195, de 02 de outubro de 2008”, explicou a secretária de Meio Ambiente e Serviços Públicos, Joice Pedra, informando que a medida entrou em vigor dia 1º de novembro e tem por objetivo a preservação de todos os recursos pesqueiros.

– Vale ressaltar aos pescadores para não pescar no rio e nas lagoas e aos donos de estabelecimentos que não comercializem peixes nativos como traíra, lambari, caximbau, carpa, piau, dentre outros, neste período de reprodução – concluiu Joice, destacando que só através da sensibilização, haverá preservação para a reprodução das espécies, garantindo a sustentabilidade do ambiente.

Fonte: Secom – SJB

 

Comente