Cerca de 100 funcionários demitidos do Consórcio Térmica do Açu

Foto: Leitor Parahybano

A assessoria de imprensa do Consórcio Térmica do Açu informou que cerca de 100 trabalhadores foram demitidos nesta sexta-feira, 03. O site Parahybano recebeu informações de que as demissões estariam acontecendo através de ligações telefônicas com número restrito.

– A obra sofre desligamentos devido a programação normal do avanço do projeto nesse momento. Não há relação com o coronavírus. É natural que aconteçam desligamentos -, disse a assessoria.

Ontem, 420 trabalhadores foram informados do retorno dos trabalhos no próximo dia 06. O comunicado estava sendo divulgado em diversos grupos de whatsApp.

Em nota, a Andrade Gutierrez esclarece que está convocando apenas cerca de 10% do seu efetivo no projeto visando manter atividades essenciais e críticas para manutenção da integridade e preservação do projeto. A empresa afirma ainda que essa convocação de parte dos funcionários respeita os decretos das autoridades públicas vigentes e que está reforçando todas as medidas de segurança e saúde seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) para garantir o bem-estar de seus funcionários.

Coronavírus: Consórcio Térmica do Açu suspende atividades

O Consórcio Térmica do Açu informou aos seus colaboradores na última terça-feira, 17, que em função dos fatos recentes ao crescimento dos casos de contaminação pelo Covid-19, as atividades executadas pela mão de obra direta serão temporariamente suspensas, executando-se casos específicos de atividades essenciais que serão alinhadas pelos líderes com suas equipes.

A partir do dia 23 de março, o Consórcio Térmica do Açu declarou férias coletivas aos colaboradores. Os três dias de ausência serão abonados pela empresa, não trazendo prejuízo algum aos colaboradores.

O Consórcio aproveitou ainda, para reforçar as instruções vindas dos governos federais e estaduais, sobre à preocupação com o asseio pessoal e à restrição de trânsito e permanência em locais com grande aglomeração de pessoas. Caso algum colaborador apresente febre e tosse seca, falta de ar ou dores musculares, o colaborador deverá procurar o serviço de saúde mais próximo imediatamente.

Leia também: Coronavírus: Consórcio Térmica do Açu suspende atividades

Manifestação de funcionários do Complexo Portuário do Açu

Nova manifestação de trabalhadores do Complexo Portuário do Açu

 

1 Comentário

  1. Infelizmente, muito triste, mas o pior são brasileiros sendo a favor da quarentena total, influenciados por uma televisão irresponsável, fazendo política e um ministro da saúde traidor, eles estão financiando o desemprego em massa, pelo simples desejo de poder, a população que se dane e o desemprego será fato, muita fome está por vir.

    Reply

Comente