Água do Paraíba do Sul é coletada para análise

Objetivo é atestar se a água na área do Pontal de Atafona é apropriada 

Foto: Divulgação

Uma equipe do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) esteve no Pontal de Atafona na tarde desta quarta-feira, 6, para a primeira de uma série de cinco coletas de água que serão feitas no Rio Paraíba do Sul para atestar a balneabilidade na região. A primeira coleta foi feita em quatro pontos: três na área da antiga foz e uma próximo da Igreja de Nossa Senhora da Penha. Conforme determina a legislação, as amostras serão colhidas mais quatro vezes, uma vez por semana. Só então será emitido um laudo que vai atestar se a água é apropriada para banho. A análise do Inea foi solicitada pela secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos.

A foz do Rio Paraíba do Sul em São João da Barra está fechada há duas semanas. Uma faixa de areia une o Pontal à Ilha da Convivência e a água doce agora se encontra com o mar pela margem esquerda da ilha, em São Francisco de Itabapoana. Desde que a geografia local mudou a Prefeitura tem adotado medidas pra preservar o local e manter a segurança da população. Muitos sanjoanenses e turistas têm frequentado a área nestes dias de calor intenso. Órgãos municipais atuam na orientação e fiscalização do tráfego ilegal de veículos, controle de acessos, limpeza e também está escalando salva-vidas para toda a área.

Foto: Divulgação

Segundo o técnico ambiental Ronaldo Poly, chefe de Serviços, Informações e Monitoramento da superintendência regional do Inea, as próximas coletas serão nos dias 12 e 18 de novembro. As outras duas ainda não têm data confirmada, mas o intervalo é de uma semana. “Só depois de feitas todas as coletas é que um laudo é emitido”, explicou Ronaldo. “Provavelmente há coliformes fecais, como há em praticamente toda a extensão do Rio Paraíba do Sul, e o que a análise vai dizer se está em níveis recomendados para os banhistas”.

O pedido da análise foi feita na véspera, terça-feira, ao novo superintendente regional do Inea, Frederico de Almeida, que recebeu na sede da unidade, em Campos, a secretaria municipal de Meio Ambiente, Joice Pedra. É a primeira que a água do Paraíba do Sul é analisada pelo Inea para atestar balneabilidade. O órgão faz quinzenalmente testes de balneabilidade nas praias de Grussaí, Chapéu de Sol, Atafona e lagoa de Grussaí.

Foto: Divulgação

 

Comente